6 de fevereiro de 2006

Both. Tom Gauld e Simone Lia (Bloomsbury)


Este livro reúne trabalhos anteriormente publicados em auto-edições de Tom Gauld e de Simone Lia, ambos partilhando um mesmo espaço na internet.
De Gauld já se falou, e mantêm-se aqui as mesmas palavras, apontando somente que para além das personagens “habituais” – cavaleiros e astronautas – apresenta três episódios da incrível aventura de dois lutadores de “wrestling”, enquanto estes... esperam entrar no palco. Uma ida à pastelaria, dar de comer a patos, falar com crianças. Pouco mais, e revelando tudo.
Quanto a Simone Lia, autora de uma série de livros infantis com uma coelhinha, Fluffy, ostenta um estilo mais caligráfico, de linhas suaves e redondas, que lhe permite não só transmitir o ambiente delicodoce que vai criando com as suas criaturas, como contar pequenas anedotas e eventos completamente disparatados que, por vezes, nascem de trocadilhos linguísticos (“Road leg”, “intersecção” e literalmente “perna de/a estrada”). Noutros casos, com os mesmos instrumentos, mostra-nos qualquer coisa de terrivelmente cruel, seja entre humanos ou objectos e/ou criaturas que os representem, mais cruéis ainda por surgirem nessas formas amenas. As mais das vezes, são situações relacionadas com o amor não ou mal-correspondido, a incompreensão ou a falta de discernimento pessoal.
É um livro pequeno, de estórias curtíssimas, necessariamente de leitura rápida. Não obstante, e apesar da plena separação dos trabalhos de ambos os artistas, e uma “montagem” dos trabalhos livre e desassociada, seguramente que cada leitor encontrará razões para o revisitar e redescobrir pormenores de sentido que apenas podem ser ganhos pela contemplação ou a repetição da leitura, assim como a assunção de significados numa leitura em rede.Posted by Picasa

2 comentários:

andré lemos disse...

Sr. Moura, este Gauld tem umas histórias com um ser peludo, tipo Yeti, muito porreiras. Conheces?

Flashfinger disse...

Calma, moço... Já lá vamos. Mas, sim, tenho mais coisas do Gauld para além destes livros aqui colocados e a falar. Se te referes aos homens das cavernas ("Pintor e Caçador", conheço bem e tnho algures). Sobre um Yeti, só conheço desenhos soltos, sem narrativa clara.